1459534834-humanoide

A inteligência artificial sempre se trata de um dos assuntos mais polêmicos no mundo da tecnologia. Enquanto alguns ficam encantados com a questão, outros acreditam que estamos seguindo por um caminho bastante errado e que poderá resultar na total extinção da raça humana.

Mas, o foco aqui é apresentar alguns androides que são bem assustadores e podem fazer você se decidir sobre qual lado prefere estar. Afinal sabemos que as invenções citadas abaixo são importantíssimas para nosso avanço tecnológico. No entanto, dá um certo medo ao ver esses corpos robóticos tentando refletir gestos que fazemos diariamente e conseguindo manter uma conversa como se fossem humanos. Confira a lista.

6. Hanako 2

Foi desenvolvida pela Universidade de Showa em parceria com a TMSUK, trata-se de uma androide feita especialmente para servir como cobaia para estudantes de Odontologia. Apenas permanece lá, deitada, limitando-se a abrir a boca e permitir que novatos brinquem à vontade com a sua arcada dentária.

Consegue imitar vários reflexos naturais do ser humano, reagindo com expressões de dor ou descontentamento caso o aluno faça algo de errado. Graças a um vocabulário flexível e que está sempre sendo atualizado, a Hanako 2 também consegue dizer algumas frases.

5. Mark 1

Fabricada pelo chinês Ricky Ma, que conseguiu realizar este sonho aos 42 anos de idade. O designer gráfico gastou US$ 50 mil (cerca de R$ 162 mil) para criar a Mark 1, cuja aparência foi claramente inspirada na atriz Scarlet Johansson. A maior parte do corpo da robô foi impressa em 3D, e toda a parte da programação foi feita pelo próprio Ma.

O rosto é equipado com uma série de motores para que Mark 1consiga executar expressões faciais na hora de responder alguma pergunta — a androide consegue dar uma piscadela sexy e até mesmo levantar suas sobrancelhas ao se espantar com algo.

4. BINA48

A androide foi desenvolvida pelo Movimento Terasem, uma iniciativa de cunho científico e filosófico que prega a transferência da consciência humana para um corpo robótico, isso forma um cenário bastante excêntrico de imortalidade. Criada para provar que esse argumento pode dar certo, visto que ela foi alimentada com memórias, crenças e traços de personalidade da esposa do fundador do Terasem.

No vídeo, você confere a verdadeira Bina Rothblatt conversando com sua cópia robótica — é uma cena no mínimo assustadora. Há quem acredite que as aparições públicas da BINA48 sejam pura montagem, visto que a androide consegue conversar com humanos com uma naturalidade incrível.

3. Sophia

Ela até parece ser uma androide amigável — pois, planeja ir para a faculdade e, empreender seu próprio negócio. Parece ir tudo bem, até que alguém pergunte para ela o que faria com os seres humanos. “Eu destruirei os humanos”, responde o robô. A invenção causou espanto ao ser exposto na última edição da SXSW, um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia que ocorre anualmente no Texas, EUA.

Criada pela Hanson Robotics — empresa que também é responsável por criar outros robôs igualmente assustadores —, cujo objetivo era oferecer uma androide social que pudesse conversar, se lembrar de informações e imitar algumas expressões humanas. Só que isso não parece está funcionado muito bem, visto que as feições de Sophia são um tanto bizarras e nada naturais.

2. Phillip

Também desenvolvido pela Hanson Robotics, sua aparência e personalidade foram inspiradas no escritor Phillip K. Dick, famoso por obras como “Androides sonham com ovelhas elétricas?” (que deu origem ao filme “Blade Runner – O Caçador de Androides”) e “Minority Report” (que inspirou o longa-metragem homônimo).

Este seria só mais um robô social, se não fosse por um detalhe: em certa entrevista com um jornalista, ele disse que nos manterá tranquilamente em um “zoológico de seres humanos”. O vídeo com tal declaração pode ser visto logo acima, e o que mais assusta é a naturalidade com a qual o androide revela seus planos maquiavélicos.

1. Tara the Android

Esta com certeza merece estar no topo desta lista. Pra começar ninguém sabe quem (e muito menos para que) fez esta robô macabra. O vídeo de Tara cantando uma música denominada “I Feel Fantastic” simplesmente surgiu na web em 2009, e, até agora, a internet não soube explicar a origem do clipe.

Vários creepypastas (histórias de terror que viralizam na web) surgiram com o ojetivo de desvendar a origem de Tara. O mais famoso deles afirma que o criador da robô — um inventor chamado John Bergeron — assassinou uma mulher e vestiu a androide com suas roupas. Suposições!

 

1% é Redator desse site, mas aqueles 99% é Vagabundo! :v