terror

Não existem filmes de terror mais amedrontadores do que aqueles que, logo no início, aparece a frase “Baseado em Fatos Reais”. Você já fica apreensivo pelo que está por vir. Nessa matéria você vai conhecer algumas dessas histórias reais que viraram filmes, preparados?

1 – Evocando Espíritos (The Haunting in Connecticut – 2009)

O filme foi inspirado em episódios estranhos ocorridos com a família Parker, que se mudou para Connecticut em 1986 para se aproximar dos especialistas no tratamento do seu filho de 14 anos, Paul, diagnosticado com câncer. No local onde o garoto dormia, foram descobertos equipamentos de embalsamento que comprovavam que a casa era uma funerária no passado.

Eles relataram fenômenos estranhos como sangue no chão, vozes esquisitas e aparições. Paul foi possuído por uma entidade, fazendo-o atacar sua família. Mais tarde, um exorcismo foi realizado para limpar a casa, e os pais juram que após o fim dos fenômenos, o rapaz se curou da doença.real

2 – Evocando Espíritos 2 (The Haunting in Connecticut 2: Ghost in Georgia)

Os mistérios envolvendo a família Wyrick deram origem ao livro “The Veil: Heidi Wyrick’s Story”, escrito por Joyce Cathey, que testemunhou os acontecimentos na casa, em 1988. Na época, a filha do casal Wyrick, de 4 anos, costumava conversar com um tal de Sr. Gordy, considerado apenas como um amigo imaginário. Meses depois, ela viu na frente de casa um homem com o corpo coberto de sangue e bandagens que se apresentou como Khan.

Após várias investigações a mãe não encontrou evidências da existência desse tal Khan, mas a menina começou a ser assombrada por uma entidade sombria, um homem cujo rosto estava sempre escondido pela escuridão. Heidi, a criança, apareceu com marcas pelo rosto e foi acompanhada por outras aparições durante muito tempo. Joyce afirma que, mesmo depois de anos, Heidi ainda continua a ver coisas estranhas, mas sem a mesma intensidade.real-2

3 – Horror em Amityville (The Amityville Horror – 1979)

O livro de Jay Anson, publicado em setembro de 1977, relata as experiencias vividas pela família Lutz no local. Eles testemunharam durante quatro semanas vozes estranhas, mudanças de temperatura, inversão de crucifixos e uma gosma verde saindo das paredes.

Em 1995, Stephen e Roxanne Kaplan publicaram a obra “The Amityville Horror Conspiracy”, alegando que tudo pode ser apenas uma parceria entre a família e o autor para vender livros e criar polêmicas. No entanto, ainda existem relatos macabros sobre o local. Foram tiradas diversas fotos da casa com câmeras especiais, e uma delas traz um menino com olhar demoníaco.real-3-1amityville-ghost

Foto do suposto fantasma tirada na casa assombrada.

4 – A História Real de Amityville (The Real Amityville Horror – 2005)

Antes da família Lutz morar na casa, ela pertencia a família DeFeo. Por volta das 3:30 da manhã, no dia 13 de novembro de 1974, Ronald Defeo Jr. se dirigiu até um bar, em Amityville, e pediu ajuda as pessoas, declarando que seu pai e sua mãe foram baleados. DeFeo e um grupo pequeno de pessoas foram até o local, que não era muito longe do bar, e concluíram que os pais de Defeo foram realmente mortos. Uma pessoa do grupo fez uma chamada de emergência para a polícia, que ao chegar na casa, descobriu que seis membros de uma mesma família foram mortos em suas camas. As vítimas eram um casal e 4 filhos, sendo que o casal foi morto com dois tiros, e os filhos com um tiro apenas. Essa família era a família DeFeo. Ronald era o filho mais velho.

Ele foi levado a delegacia, para sua própria proteção, depois de sugerir que as mortes na cena do crime foram realizadas por uma máfia local. No entanto, no dia seguinte ele confessou o crime, dizendo que quando ele começou, ele simplesmente não conseguia parar, que o momento passou muito rápido. As vítimas foram mortas enquanto dormiam, e o real motivo para os assassinatos permanece sem resposta.real-4

5 – O Exorcista (The Exorcist – 1973)

O filme foi inspirado em um artigo sobre um exorcismo realizado com um menino de 12 anos, Roland Doe, em 1949. Após manifestações estranhas na casa onde vivia, como barulhos inexplicados e pratos que voavam das prateleiras, o garoto tentou entrar em contato com sua falecida tia através de uma tábua Ouija. Roland começou a apresentar sintomas de possessão, falando coisas estranhas e se auto-flagelando. Foi conduzido a um  hospital psiquiátrico até a decisão de realizar rituais de exorcismo. Foram necessárias 30 tentativas para os padres finalmente anunciarem que o garoto estava livrereal-5-1

6 – Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2 – 2016)

Assim como o primeiro filme de Invocação do Mal, o segundo também é inspirado em uma história real envolvendo o casal Warren. Peggy Harper e seus quatro filhos moravam em uma casa localizada em Enfield, Londres, Inglaterra, quando, entre agosto de 1977 e setembro de 1978, coisas estranhas começaram a acontecer. Objetos pegaram fogo pela casa ou então voavam. Mas os maiores fenômenos aconteciam com Janet, a filha de 12 anos.

A garota entrava em estados de transe e muitas vezes levitava da cama. Sua voz também mudava durante o transe. Este é considerado um caso verdadeiro onde ocorreram diversas manifestações de fenômenos paranormais, e o mais legal disso tudo, é que existem fotos reais do caso.real-6

 

1% é Redator desse site, mas aqueles 99% é Vagabundo! :v