Quando PewDiePie foi ao The Late Show, Stephen Colbert disse: “Eu quero agradecer a internet por permitir que seu imperador esteja aqui esta noite”. Era obviamente um exagero pra efeito cômico, mas se tivéssemos de eleger um líder da internet, Felix Arvid Ulf Kjellberg – o PewDiePie – seria um candidato desleal. O sueco de 26 anos tem mais de 47 milhões de seguidores no seu canal no YouTube – sendo que o canal mais próximo disso tem “apenas” 28 milhões -, fazendo-o simplesmente o cara mais popular do YouTube. Enquanto até mesmo seus avós provavelmente já ouviram o nome PewDiePie, quantas pessoas realmente conhecem a sua história? Aqui estão os detalhes por atrás da maior estrela do YouTube.

PewDiePie esqueceu sua senha do canal original no YouTubepewdiepie-2

Uma das primeiras perguntas que as pessoas inevitavelmente fazem depois de conhecer o PewDiePie, é o que diabos seu nome significa. E não significa nada. A primeira parte “Pew” é o som de um laser – ou, como Colbert disse, “esse é o som de alguém que não sabe fazer um som de laser”. “Die” é, você sabe, morrer. PewDie foi como Kjellberg nomeou seu primeiro canal no YouTube, que ele lançou em dezembro de 2006. Em algum lugar ao longo do caminho, no entanto, ele esqueceu a senha de login e precisou criar outro canal em 2010. Em vez de PewDie2, ele acrescentou “Pie” – porque o cara adora tortas.

Alguém no YouTube poderia ter ajudado Kjellberg a recuperar o seu login original, pois o vídeo mais antigo enviado pro PewDie é de 2012, bem depois que ele começou o canal PewDiePie e ele se refere a si mesmo no vídeo como “PewDiePie”. O canal original tem mais de 440 mil assinantes e 14 vídeos, com o mais recente – provavelmente um “spammer” tentando personificar o PewDiePie – enviado em 25 de maio de 2013.

Analistas financeiros calculam que PewDiePie é mal pagopewdiepie-3

7.4 milhões de dólares parece ser um monte de dinheiro pra quem abandonou a faculdade. Inferno, 7.4 milhões de dólares parece uma tonelada de dinheiro pra 99% do mundo. Mas de acordo com alguns analistas, não é nem perto do que Kjellberg deveria estar ganhando por ano. Aqui está um pouco de matemática – e eu juro que vai ser interessante, portanto, não revire os olhos como faria numa aula de álgebra.

Michael Thomason da Forbes escreveu, “a empresa Emarketer estimou que YouTube ganhou US$ 5,6 bilhões de receita publicitária em 2013, cerca de dois terços dos $ 8,5 bilhões que a CBS obteve de receita publicitária na televisão”. O show de maior audiência da CBS durante esse ano foi The Big Bang Theory, com uma média de 18,7 milhões de telespectadores por semana. Isso é menos da metade da base de assinantes de PewDiePie. Especialistas estimam que a CBS ganhou cerca de US $ 6,5 milhões por semana em receita de publicidade só naquele seriado, o que significa que em uma semana, a CBS ganhou quase tanto quanto Kjellberg fez em um ano. Os criadores populares do YouTube parecem ganhar muito dinheiro por brincar na câmera, mas isso é apenas uma porcentagem extremamente pequena do que o YouTube faz.

O “Exército Bro” é uma das mais controversas bases de fãs on-linepewdiepie-4

O termo “bro” tem todos os tipos de conotações negativas nos Estados Unidos. Como Kjellberg é sueco, não tenho certeza sobre sua consciência desses estereótipos, mas ele começou a chamar seus fãs “bros” e eles gostaram: eles dão “Bro Fist” como saudação e chamam a si mesmos de “Exército Bro”. Tudo começou como uma boa diversão, mas muitos deles começaram a viver de acordo com as conotações negativas do termo. Muitos dos “YouTube gamers” populares jogam os mesmos jogos em seus vídeos. No entanto, se qualquer um deles jogar um jogo que o PewDiePie já jogou, o Exército Bro vai acusá-lo de “copiador”. Obviamente, os comentários on-line são conhecidos por serem especialmente ácidos, mas os fãs de PewDiePie são extremos. YouTubers populares como Tobuscus e UberHaxorNova sentiram a ira. O próprio PewDiePie respondeu essa controvérsia ao postar um vídeo zombando de seus próprios fãs e desativando os comentários do seu próprio canal por um tempo, dizendo que isso o deixou mais feliz.

PewDiePie é um grande filantropopewdiepie-5

Mas nem todos os fãs de PewDiePie são babacas inconvenientes, pois ele mesmo já fez doações e chamou seus fãs pra ajudarem em caridades – e muitos foram solícitos. Kjellberg e o Exército Bro já levantaram mais de US$ 630 mil pro Save the Children, mais de US$ 440 mil pro Charity: Water e dezenas de milhares pra outras instituições de caridade, incluindo o World Wildlife Fund e St. Jude Children’s Research Hospital. Ele fez um vídeo dois anos atrás anunciando que tinha levantado mais de US $ 1 milhão pra caridade e o número é, sem dúvidas, muito maior hoje. Kjellberg não costuma divulgar seu trabalho de caridade, talvez porque ele é relutante em discutir dinheiro depois de toda a reação de seus ganhos pessoais ao longo dos últimos.

PewDiePie pediu para a Taylor Swift segui-lo no Twitter implacavelmente durante anostaylor-swift

PewDiePie começou a twittar pra Taylor Swift em 2013, pedindo por atenção e referindo-se a ela como “senpai”, um termo japonês pra mentor e um termo popular entre personagens de animes. Ele continuou a sua campanha ao longo de 2014, também fazendo vídeos e desenhos no Photoshop dedicados a ela. No início de 2015, parecia que ele estava pronto pra desistir, ameaçando se tornar fã da Ellie Goulding em vez da Swift, se ela não desse bola. Finalmente, no final de Janeiro de 2015, Taylor Swift finalmente deu “follow” no PewDiePie – depois que ele twittou duas fotos deles, lado-a-lado, comparando seus estilos de moda semelhantes.

Mais tarde, em 2015, alguém invadiu a conta da Taylor Swift e divulgou algumas de suas mensagens privadas, uma das quais era entre os dois. Não era nada atrevido, no entanto, apenas uma conversa introdutória comum.

PewDiePie e CutiePieMarzia se conheceram depois que ela enviou uma carta de fãcutiepiemarzia

Em 2011, a italiana Marzia Bisognin, agora conhecida online como CutiePieMarzia, conheceu o trabalho de Kjellberg quando alguns amigos lhe disseram pra assistir “esse idiota jogando videogames”. Ela adorou “esse idiota” e escreveu-lhe um e-mail. Não demorou muito pra PewDiePie responder e, em seguida, voar pra Itália pra um encontro. Apenas um ano depois, Bisognin se mudou pra Suécia e começou um canal de YouTube por conta própria. Os dois se mudaram pra Itália por algum tempo antes de se estabelecerem em Brighton, Inglaterra, com seus dois pugs, Edgar e Maya.

PewDiePie já vendeu cachorro-quentecachorro-quente

Antes da fama no YouTube, Kjellberg foi pra Chalmers University of Technology pra estudar economia industrial e gestão de tecnologia, o que soa muito formal pra um cara tão cartunesco. Quando decidiu que a faculdade não era o caminho pra ele, seus pais foram lentos em aceitar a mudança de direção. “Eu tive que conseguir um emprego, então peguei qualquer trabalho que poderia conseguir, que era trabalhar num carrinho de cachorro-quente”, explicou ele num de seus vídeos.

PewDiePie acha absurdo seguir os passos dos paispewdiepie-6

Os pais de Kjellberg, Johanna e Ulf Kjellberg, são dois executivos altamente estimados em suas respectivas empresas na Suécia. Este parecia ser o mesmo caminho de PewDiePie quando ele estudou em Chalmers. Consegue imaginar PewDiePie de terno, dizendo às pessoas o que fazer e gritando sobre produtividade diária?

“Meus pais disseram que sentar em casa e jogar videogames não me levaria pra qualquer lugar na vida”, ele recordou mais tarde. “Pensando nisso agora, era totalmente absurdo. Pra entrar em Chalmers pra economia industrial, você precisa de uma nota muito alta, mas de alguma forma eu estava mais feliz vendendo cachorros-quentes e fazendo meus próprios vídeos de jogos.”

Hoje, sua família parece gostar da sua nova carreira: sua mãe e irmã fizeram aparições em seu canal no YouTube, embora seu pai ainda fique tímido na frente de uma câmera.

1% é Redator desse site, mas aqueles 99% é Vagabundo! :v