Os jogadores muitas vezes medem a qualidade de um RPG por suas missões secundárias. Mesmo se a história principal do jogo for apropriadamente épica, ele nunca vai alcançar o reino da verdadeira grandeza se as tarefas periféricas não forem igualmente memoráveis. O tom dessas missões secundárias podem variar de grave e dramática pra bem… Francamente… Absurdo. Aqui estão algumas das “side quests” mais ridículas – divertidas ou irritantes – dos RPGs modernos.

Fallout 3 – Vault 1081

Vault 108 em Fallout 3 detém uma missão opcional que é ao, mesmo tempo, assustadora e divertidamente absurda. Ao explorar o Vault 108, o “Lone Wanderer” encontra dezenas de clones hostis, louros e do sexo masculino. Cada clone se chama Gary e, apropriadamente, só sabe falar o próprio nome. Pense neles como “Hodors” homicidas. Os clones são o produto de outra experiência da empresa antiética favorita de todos, a Vault-Tec. Embora não exista nenhum objetivo além da exploração, esta é uma das “side quests” mais ridículas de todos os tempos.

Witcher 3 – Paperchase2

Apesar da sua história principal dramática, The Witcher 3: Wild Hunt é embalado com “side quests” divertidas – muitas destas nas suas duas expansões. O DLC mais recente, Blood and Wine, contém uma missão intitulada “Paperchase”. A busca começa depois do proprietário de um vinhedo dizer que tem uma recompensa monetária à espera de Geralt num banco nas proximidades. Depois de ir ao banco, Geralt rapidamente descobre que a retirada destes fundos não é uma tarefa fácil. Ele precisa convencer vários funcionários do banco a colaborarem. A missão parece interminável, até que Geralt dá o seu jeito de convencer um dos funcionários a reduzir a burocracia. Toda a missão é uma sátira do serviço ao cliente e burocracia corporativa. Nem num mundo de fantasia a gente se vê livre disso…

Fallout: New Vegas – Wang Dang Atomic Tango

A “quest” Wang Dang Atomic Tango do Fallout: New Vegas envolve escolher ajudar ou não um dono de cassino a recrutar três prostitutas. Estas prostitutas incluem uma vaqueira “ghoul” e uma robô sexual. Você também deve adquirir o software certo pra robô, pois nada pode ser pior do que uma noite no bordel com uma robô sexual que alguém erroneamente colocou no modo “assalto tático”.

The Legend of Zelda: The Wind Waker – Triforce Shards4

Algumas missões são ridículas de tão absurdas. O caso em questão é a tarefa de Link pra encontrar todos os oito fragmentos faltando da Triforce em Legend of Zelda: The Wind Waker. Estes oito fragmentos estão espalhados por todo o mundo aquático de Hyrule, então Link deve coletar mapas pra cada fragmento e, em seguida, navegar pra locais individuais e recuperá-los. Mesmo com a habilidade de “warp“, esta tarefa é desnecessariamente demorada. É semelhante a comprar um saco de biscoitos e abri-lo, apenas pra descobrir que alguém embalou cada biscoito individualmente – e tudo o que você quer é lanchar. O HD Remake do Wii U diminuiu o número de mapas pra três, mas ainda é uma missão ridícula num jogo excelente.

Mass Effect 2 – Krogan Sushi

Na Citadel, em Mass Effect 2, Shepherd pode ouvir um casal de Krogan discutindo se os lagos artificiais da estação espacial contém ou não peixes comestíveis. Ei, todo mundo precisa de uma distração durante a aniquilação intergaláctica, certo? Ao ouvir isso, o jogo ordena Shepherd a descobrir a verdade por trás desse enigma milenar. Você pode encontrar um NPC num clube nas proximidades que irá dizer que não, não há peixes pra comer. Então você deve informar os Krogan desta notícia pra completar a missão. Você não estará salvando a galáxia dos Reapers, mas ei, ao menos vai ganhar uns pontos de experiência.

Skyrim – Bound Until Death6

Em Skyrim, você tem a opção de aderir à Dark Brotherhood, uma equipe de assassinos que lembram os homens sem rosto de Game of Thrones. Felizmente, cada “assassino sombrio” tem um nome, facilitando a comunicação do grupo. Numa “quest” intitulada “Bound Until Death”, você é encarregado de assassinar uma noiva no dia do casamento. Você ganha ainda mais dinheiro se matá-la enquanto ela está se dirigindo à multidão. Presumivelmente, quem contratou você não queria assistir a mais um casamento chato. Entre suas opções pra realizar este ato covarde, está empurrar um gárgula em cima dela, tornando esta missão tanto mórbida quanto hilária – dependendo do seu gosto.

Witcher 3 – Dead Man’s Party7

Você pode encontrar outra das missões secundárias divertidas de Witcher 3, intitulada “Dead Man’s Party”, na expansão Hearts of Stone. Por razões complicadas, Geralt deve mostrar ao fantasma de um nobre morto, Vlodimir von Everec, os “tempos modernos” – e Vlodimir deve possuir Geralt pra fazer isso. A missão é hilariante porque Vlodimir, ao contrário de Geralt, é arrogante e paquerador. Ele até caminha de forma diferente de Geralt – com as mãos nos quadris.

A missão envolve, principalmente, mover Geralt possuído de uma atividade pra outra e fazer… Coisas. Perder num jogo de Gwent, por exemplo, o obriga a usar orelhas de burro pro resto da missão. A missão está entre as mais memoráveis em toda a trilogia Witcher.

1% é Redator desse site, mas aqueles 99% é Vagabundo! :v