Estamos na reta final. Tudo que a Marvel Studios está criando há quase uma década virá à tona em Vingadores: Guerra Infinita – Parte 1 e 2. Os heróis do Universo Cinematográfico Marvel vão se unir pra lutar contra Thanos e a Manopla do Infinito cravejada com todas as Jóias do Infinito. Presumivelmente. Tudo pode mudar, né? Tudo o que sabemos com certeza é que os filmes vão ser lotados de super-heróis e vai ter porradaria épica. Mas e depois da Guerra Infinita? Não se preocupe. A Marvel ainda tem muitas cartas na manga. Aqui estão alguns outros grandes eventos dos quadrinhos que podem se transformar em grandes filmes.


Guerras Secretas1

Em meados dos anos 80, a Mattel pediu pra Marvel agrupar todos os seus maiores personagens juntos numa história… Pra vender brinquedos. É sério. É por isso que Guerras Secretas, um dos primeiros e maiores eventos “crossover” da indústria dos quadrinhos, existe.

Na história, uma entidade cósmica misteriosa conhecida como o Beyonder observa a Terra e todos os seus super-heróis durante anos. Um dia, ele decide sequestrá-los cosmicamente e transportá-los pro “Battleworld”, um planeta que ele mesmo criou. Seu plano: forçar heróis e vilões a batalharem. O vencedor vai, essencialmente, poder realizar qualquer desejo.

Guerras Secretas nunca foi uma história excelente, mas sua premissa é perfeita pra uma adaptação cinematográfica. Imagine que, além das cenas pós-crédito, pequenas aparições do Beyonder estão escondidas como um “easter egg” onde ele observa os eventos de cada um dos filmes. Ele está sempre lá, observando. Até agora, todos os personagens dos filmes estão estabelecidos. Eles todos aparecem regularmente nos filmes uns dos outros e estão todos profundamente envolvidos nas vidas uns dos outros. Após várias diferenças filosóficas entre todos eles aumentarem as tensões ao seu pico, todos eles são levados pro “Battleworld”.

Mas e se não for só uma suposição e o Beyonder sempre esteve lá, à espreita no fundo de CADA filme Marvel? Como isso poderia fazer sentido? De acordo com uma teoria fã, Stan Lee, com suas muitas aparições, é o Beyonder, e um dia ele irá transportar todos os Heróis Mais Poderosos da Terra pra vê-los lutar. Não custa sonhar, né?


Invasão Secreta2

Em 2008, a Marvel desencadeou a Invasão Secreta, onde a raça alienígena conhecida como os Skrulls… Bem… Invadiu a Terra… De forma… Secreta. Os Skrulls são mutantes. Ao longo de muitos anos eles lentamente substituíram membros proeminentes do Universo Marvel com a intenção de enfraquecer suas defesas e derrubá-los de dentro. Pense nisso: a Terra tem muitas pessoas com superpoderes. Uma invasão levaria à morte instantânea. Mas se você separar lentamente esses super-heróis ao longo do tempo, a invasão se torna possível.

Uma vez que os heróis da Marvel descobriram os Skrulls, a desconfiança se espalhou através das várias facções, o que levou à batalha dos super-heróis contra alienígenas.

A invasão poderia começar de forma bastante inocente. Vamos dizer que Tony Stark morre no final da Guerra Infinita. É trágico e todo mundo chora. Então nós vemos a cena pós-crédito. Não há um corpo do Tony num caixão. Com uma ondulação, o rosto se altera pra feições verdes. Ele era um Skrull! Em algum momento, Tony Stark foi sequestrado e substituído. Quando? Há quanto tempo não vemos o Tony que todos amamos? O verdadeiro Tony ainda está vivo? A partir daí, mais e mais heróis da Marvel encontram Skrulls durante os seus próprios filmes, até que alguém finalmente descobre o que está acontecendo… Mas é tarde demais. A invasão já está encaminhada. Os Skrulls se infiltraram em todos os níveis do Universo Cinematográfico Marvel, desde os filmes aos seriados. A única maneira deles serem impedidos é se os heróis identificarem quem são os infiltrados e se unirem mais uma vez.


Essência do Medo3

As aventuras de Thor através de Asgard se afastaram do núcleo do Universo Cinematográfico Marvel, mas ainda podem se tornar o centro. O evento “crossover” de 2011 trouxe o surgimento de uma divindade Asgardiana, a Serpente, que tentou destruir a Terra e derrubar Odin como vingança por ter sido usurpada do trono de Asgard. O despertar da Serpente também provocou a queda de sete martelos celestes, cada um dos quais concedia poderes divinos de destruição. Todos eles caíram nas mãos de alguns dos caras mais fisicamente poderosos da Marvel, como o Fanático, o Coisa e o Hulk – que basicamente enlouqueceram de vez. Pra derrotar a Serpente, um grupo de heróis – incluindo Homem-Aranha, Homem de Ferro, Wolverine e Punho de Aço – ganham armaduras e armas feitas de Uru, o mesmo metal usado pra fazer o martelo do Thor.

No final, Thor mata a Serpente… E morre no combate, juntamente com Bucky Barnes, que havia assumido o manto do Capitão América.

Tudo a respeito do Thor é grandioso, épico e shakespeariano. Imagine tudo isso eclodindo na Terra. A melhor coisa sobre este enredo é a calamidade provocada entre os personagens e os seus relacionamentos. Imagine que, no final de Guerra Infinita Parte 2, um martelo cai nas mãos de alguém. Sua queda anuncia a vinda de… Algo grande. Mas ninguém sabe o que, nem mesmo Thor, cujo pai Odin reteve tais informações. Isso também pode abrir o caminho pro ressurgimento do melhor vilão dos filmes, Loki. Ele não tem muito a ver com a versão em quadrinhos d’A Essência do Medo, mas o Universo Cinematográfico não se importa em bagunçar os enredos originais. Então, o que acontece se Loki encontrar um asgardiano que odeia Odin tanto quanto ele mesmo? Não se esqueça de que Thor: O Mundo Sombrio termina com Loki tomando o lugar de Odin. Talvez Loki esteja trabalhando secretamente com a Serpente esse tempo todo?


Planeta Hulk / Hulk Contra o Mundo4

No enredo Planeta Hulk, a Illuminati, um grupo dos maiores gênios da Marvel – incluindo Doutor Estranho, Professor X e Reed Richards – encarrega Hulk de destruir um satélite. Mas foi uma artimanha: uma vez no espaço, ele é disparado pra um planeta distante. Ele foi exilado por ser violento e incontrolável demais. Mas a nave sai de curso, passa por um buraco de minhoca e cai num planeta chamado Sakaar, onde ele é escravizado e forçado a batalhar como um gladiador. Eventualmente, Hulk derrota o tirânico Rei Vermelho e toma seu lugar como o novo governante de Sakaar. Hulk ainda se apaixona e engravida uma mulher. A vida é boa… Até que a sua antiga nave se autodestrói e mata as pessoas do planeta que ele libertou, incluindo a mulher que amava – ainda grávida. A culpa é dos heróis da Terra e ele decide se vingar.

Parece bom? É bom sim – e pode ser um filme que precede mais um filme, Vingadores: Hulk Contra o Mundo, o que poderia ser a trama global pras próximas duas ou três fases de filmes.

Hulk fica devidamente irritado e vai em uma busca de vingança contra praticamente todos. Todos os tipos de equipes, como Vingadores, X-Men e cada pequena facção que se atreveu a pará-lo, sofreu as consequências. Imagine uma série de filmes onde o Hulk é um problema pra todos, especialmente depois dele transformar Madison Square Garden numa arena de gladiadores e forçar os personagens da Marvel a batalhar só por entretenimento.


Vingadores VS X-Men5

Digamos que, um dia, a Marvel readquire os direitos sobre a os X-Men. E então? Vingadores VS X-Men, oras!

A Força Fênix retornan à Terra. Ela esta seduzindo a misteriosa Hope Summers, que pode ou não ser a messias mutante – e pode ou não trazer o fim do mundo, porque ela tem um pouco da Força Fênix nela. Os Vingadores e os X-Men se reunem e Capitão América sugere que Hope seja levada sob custódia protetora. Ciclope acha que ela deveria ficar com os X-Men. Guerra!

Então a Força Fênix domina mais cinco X-Men, que usam seu poder pra transformar o mundo num lugar melhor, fornecendo comida e água a todos. Mas eles são muito poderosos e todos, incluindo Professor X e Magneto, concordam que o grupo Fênix Cinco precisa ser anulado.

Essa é a essência de um evento longo e complexo, que arrasta o Universo Marvel pra uma batalha colossal. Como a principal força motriz pra uma série de filmes, esta saga tem tudo o que os fãs gostariam de ver num “crossover” cinematográfico, mesmo que seja impossível no momento. Cada filme estrelado por um Vingador teria um pouco de conflito com um X-Men e vice-versa. Também seria uma ótima oportunidade de apresentar as filosofias dos X-Men em contraste com a tendência dos Vingadores de eliminarem qualquer ameaça potencial. Os X-Men muitas vezes optam por soluções pacíficas, o que oferece um contraste ético pros filmes dos Vingadores, que tendem a ser mais como uma força policial global. Além disso, poderíamos ver Robert Downey Jr. contra Hugh Jackman , o sonho de muitos nerds.